Neste momento …

Graças à ajuda do agrupamento de Escolas Rodrigues de Freitas, juntámos uma pequena equipa de 11 alunos do décimo ano e falámos de relatividade de Galileu em 5 sessões de 2 horas, que decorreram a partir das 15h00 nas tardes de 19 a 23 de Junho de 2016.

O conteúdo analisado é a versão clássica da relatividade, o notável precursor das famosas teorias de Einstein. Esta primeira formulação da relatividade, foi proposta por Galileu e é incorporada nas leis de Newton. No imaginário coletivo, o heliocentrismo é indiscutivelmente o conceito mais diretamente associado ao nascimento da física e da astronomia modernas. Contudo, a relatividade de Galileu é um conceito igualmente central para este processo. É compreensível por qualquer aluno do secundário, e ao mesmo tempo é rico de consequências interessantes. Trata-se dum ponto de partida muito importante para aprender a física e as suas ligações com outras disciplinas e com o dia a dia.

Nos primeiros dois encontros, depois duma explanação feita por Jorge Grave e Giancarlo Pace, a turma aprofundou o conceito através da discussão entre pares, de acordo com a metodologia peer-instruction. Nas sessões da quarta, quinta e sexta feira, concentrámos os nossos esforços na preparação dum vídeo educativo sobre o assunto aprendido.

Apesar das dificuldades e dos problemas que não conseguimos resolver (foi apenas a nossa segunda experiência deste tipo) foi uma experiência importantíssima, estimulante, que nos confirmou que muito se deve e se pode fazer. Demos os primeiros passos dum caminho que levará muito longe.

Estas 5 sessões beneficiaram do contributo de Melissa Rodrigues, Miguel Ferreira, Jorge Grave, Giancarlo Pace, e 11 jovens do décimo ano, alunas e alunos espetaculares que fizeram o seu melhor dentro duma sala, enquanto o sol cá fora lhes estava a berrar nos ouvidos “vão para a praia”. Escuso de escrever os seus nomes, por razões de privacidade, mas são eles e elas os protagonistas principais deste capítulo da história.

Um agradecimento especial à diretora do agrupamento de escola Rodrigues de Freitas, Maria José Ascensão, à professora de físico-química Fernanda Viegas, à educadora de infância Marisa Pedrosa, à Elizângela Pinheiro e à Diva Carvalho.

Em breve, disponibilizaremos o resultado desta experiência, isto é, o vídeo educativo feito pela turma com o apoio dos 4 adultos da equipa. O Miguel e a Melissa estão a trabalhar na sua edição.

Anúncios